• Cards Payment & Identification is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Tendências

O mercado brasileiro está pronto para abertura de APIs?

Não é mais segredo que o nosso comportamento como consumidores vem mudando com o avanço da tecnologia e das grandes tendências digitais.

Em se tratando de soluções financeiras e de pagamentos, urgência de novidades que facilitem e gerem serviços e produtos cada vez mais personalizados e desburocratizados tornou-se fundamental para que bancos e instituições financeiras sobrevivam à concorrência e aumentem sua carteira de clientes.

Nesse sentido, uma solução tecnológica tornou-se peça-chave para que os bancos tradicionais inovem e as fintechs continuem oferecendo opções fáceis e práticas de serviços: por meio da abertura de APIs.

Quais são as vantagens para as empresas e também para os clientes com a abertura de API? Como o mercado brasileiro vê essa tendência?

O que é API

Do inglês Application Programming Interface, traduzido como Interface de Programação de Aplicativos, a API é um conjunto de padrões e rotinas de programação para acesso a uma plataforma web ou aplicativo de software.

Em outras palavras, trata-se de uma série de funções acessíveis apenas por meio de programação e que permite que aplicativos se comuniquem uns com os outros sem a intervenção dos usuários. Ou seja, eu posso abrir um código de um aplicativo meu para ser utilizado em outro aplicativo, por exemplo.

O Google Maps é um ótimo exemplo de abertura de API, que permite que um site de empresa de qualquer porte e segmento inclua seu código e, desse modo, o visitante e potencial cliente tem acesso ao local exato onde a empresa funciona e os melhores caminhos para se chegar até ela.

Outro exemplo é o PayPal, um dos precursores das aberturas de APIs e possibilita que as transações financeiras online sejam feitas de modo simples e prático.

Em relação a instituições financeiras e de pagamentos, a abertura de APIs é uma tendência cada vez mais fortalecida no mundo e também no Brasil. Isso porque os bancos tradicionais sentem uma forte urgência em inovar por causa do surgimento de várias fintechs com soluções desburocratizadas e que acabam conquistando a confiança de milhares de clientes.

A abertura de API no mercado financeiro brasileiro

Os bancos brasileiros já estão dando os primeiros passos para a abertura de APIs a outras empresas e desenvolvedores.

Essa abertura, também conhecida como Open Banking, permite o desenvolvimento de novos serviços e aplicativos para atender os clientes de uma instituição.

Isso já vem acontecendo na União Europeia, que, inclusive, impôs aos bancos a adoção desse modelo já a partir de 2018, conforme divulgado pelo portal de notícias da Folha de São Paulo.

No Brasil ainda não existe uma regulamentação específica, porém alguns bancos já estão testando esse conceito e o próprio Banco Central já sinalizou que o modelo europeu pode servir como referência para uma eventual regulação.

Para o diretor de Tecnologia e Automação Bancária da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), Gustavo Fosse, as instituições estão atentas a essas inovações no mercado brasileiro:

“Vários bancos já disponibilizaram suas APIs para um grupo de soluções que incluem, por exemplo, aplicativos, telas e processos. E as instituições estão atentas às inovações, tanto é que a FEBRABAN criou uma comissão para estudar as inovações tecnológicas e seus impactos na indústria bancária. A comissão de inovação da entidade debate como aumentar as oportunidades da evolução digital e como impulsionar a inclusão de novas tecnologias no mercado bancário”.

As vantagens da abertura de APIs

  1. Possibilidade de geração de novas receitas por parte das instituições financeiras e de pagamentos.
  2. Geração de novos produtos e serviços para os clientes.
  3. Criação de produtos e serviços cada vez mais personalizados.
  4. O foco das instituições passa a ser em gerar experiência ao cliente, com cada vez menos burocracia, aumentando sua percepção de valor pelo consumidor.

Como as instituições podem abrir suas APIs

Para que haja uma implementação de sucesso na abertura de uma API, as instituições financeiras e de pagamentos devem observar algumas características, tais como:

  1. Os serviços devem ser fáceis de serem implementados;
  2. As interfaces precisam ser self services;
  3. Deve-se utilizar plataformas multiuso;
  4. As APIS precisam respeitar as condições de segurança da informação, as regulamentações e as autenticações de acesso;
  5. É importante focar na publicação de serviços em nuvem;
  6. As APIs precisam ter uma documentação ampla;
  7. Elas devem ter como objetivo desburocratizar a homologação e o lançamento de serviços dos parceiros.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *