• Cards Payment & Identification is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Segurança

Meios de pagamento seguem tendência de computação em nuvem

Até 2020, empresas que não usam computação em nuvem serão tão raras quanto as que não utilizam internet hoje, de acordo com o Gartner Inc., líder em pesquisa e aconselhamento em tecnologia. “Vivemos em uma era de industrialização digital, conseguimos automatizar muitos processos, gerar muito mais escala do que antigamente. A nuvem facilita esse modelo. Soluções pela internet dão abrangência de usuários e a escala traz economia”, explica o diretor de Pesquisas do Gartner Henrique Cecci.

Pesquisa do Gartner com empresas de vários setores constatou que 90% delas pretendem ter algum serviço em nuvem até 2017. Porém, nem todas seguirão a tendência com a mesma velocidade, caso daquelas com perfil bancário, devido a questões como privacidade e segurança. Com isso em mente, grandes bancos ainda usam soluções privadas, mas gradualmente passam a utilizar, por exemplo, soluções de SaaS (Software as a service) -como parte de movimento crescente de OPEX (operational expenditure) versus CAPEX (capital expenditure).

Ainda que o universo financeiro seja muito mais conservador, as fintechs, por exemplo, exploram canais eletrônicos e estão mais aceleradas, são mais pioneiras, têm mais coragem de experimentar. Com a digitalização, reduzem custos e usam bons mecanismos de segurança em nuvem. A Amazon é pioneira e uma das maiores fornecedoras na área, inclusive para as fintechs, com o AWS (Amazon Web Services). E a tendência de mobile payment, por exemplo, na maioria dos casos utiliza solução em cloud, como pagamento e autenticação.

Cecci lembra que o comércio eletrônico seria inviável sem a nuvem. Essa tecnologia evoluiu muito e há várias maneiras de fazer com que tenha nível até superior de segurança. “Existem várias empresas no Brasil usando clouds em meios de pagamento e identificação, bastante seguros”.

Brasil

Enquanto os gastos das empresas com TI têm variação pequena de ano a ano, o investimento em nuvem cresce 18,5% no mundo e, no Brasil, 23%. Atualmente, o País tem infraestrutura pública de acesso com cabos submarinos e aumento da conectividade. Hoje não há tantas restrições para conseguir links de alta velocidade e com os investimentos previstos isso não deve ser deve ser problema.

respostas sobre fintechs

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.