• Cards Payment & Identification is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Segurança

M-commerce e a evolução das vendas via celular

Não dá para negar que vivemos em uma era tecnológica dominada pelos dispositivos mobile (smartphones, tablets, entre outros). E neste cenário, onde praticamente tudo tem estado ao alcance das mãos com simples toques, é possível observar também a mudança no comportamento do consumidor, que por sua vez, tem optando cada vez mais por comprar online utilizando o celular em vez do tradicional computador.

Para se ter uma ideia, segundo o 34º WebShoppers, relatório divulgado pela E-bit, 18,8% das compras virtuais realizadas durante os seis primeiros meses de 2016 foram feitas por dispositivos móveis. Já no mesmo período do ano passado, este número representava apenas 10%.

Mas em meio a essa evolução, a pergunta que fica é: os e-commerces brasileiros estão preparados para esta mudança? Acompanhe os detalhes a seguir e saiba mais sobre este assunto.

M-commerces brasileiros e as vendas via celular

Em meio a um crescimento cada vez mais contínuo de pessoas que estão aderindo ao celular para realizar compras online, aqui no Brasil ainda existe uma preocupação por parte de especialistas em relação aos e-commerces estarem preparados para atender o público mobile.

Segundo Maurício Salvador, presidente da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), “ainda há muito que fazer. A prova disso é que o tráfego das lojas virtuais brasileiras através dos dispositivos mobile é de 55%, ou seja, já ultrapassou o de desktops, mas as compras através desses dispositivos representam somente 27%, ou seja, há um gap de 28% de pessoas que acessam as lojas pelo mobile mas deixam para comprar pelo desktop. Isso acontece porque muitas lojas virtuais ainda não possuem uma versão mobile ou responsiva, então acabam perdendo na conversão”.

Adaptações necessárias

Se por um lado as vendas via celular tem aumentado cada vez mais, por outro, os e-commerces que ainda não possuem uma versão mobile ou responsiva, acabam perdendo clientes. E para evitar que isso ocorra, é fundamental se adequar a esta nova demanda e passar a oferecer boas experiências de compras via celular.

Ainda segundo Salvador, para que e-commerces brasileiros possam oferecer boas experiências de compra via celular, “o primeiro passo é ter uma versão responsiva ou mobile. É preciso também criar versões de sites que sejam mais rápidas, pois as velocidades de conexão no mobile geralmente são mais lentas do que no desktop.

Além disso, deve-se criar textos e imagens que sejam bem visualizados e facilmente interpretados em telas pequenas. A questão da geolocalização, também é um recurso pouco ou quase nada explorado no Brasil e que vale a pena ser dado mais atenção. Já os checkouts das lojas virtuais mobile devem ser mais fáceis e rápidos do que os de desktop.” Ou seja, simplicidade e agilidade são as palavras de ordem neste caso.

De maneira geral, o Brasil não possui limitações tecnológicas que podem prejudicar o crescimento do consumo via M-commerce. A prova disso, é que hoje está cada vez mais acessível plataformas para que pequenas a médias empresas possam criar ou migrar suas lojas virtuais para se adequarem ao consumidor mobile.

Contudo, cabe aos empresários estarem atentos à rápida evolução tecnológica para atenderem as exigências de seus consumidores. Em outras palavras, ter um e-commerce adequado para vendas via celular, já deixou de ser uma tendência para se tornar uma necessidade para as empresas que pretendem continuar vendendo online e mantendo presença neste segmento.

Gostou do artigo? Continue acompanhando nosso blog para conferir mais notícias sobre e-commerce!

e-book-cards

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.