• Cards Payment & Identification is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Cases

Grupo paranaense abre segmento de self check-out em supermercados no Brasil. Conheça o case

Facilitar a experiência do usuário é uma tendência global crescente.  Realidade no Japão, Europa e Estados Unidos o self check-out (caixas de autoatendimento) é aposta do Grupo Muffato para facilitar rotina dos clientes. A rede instalou em seis de seus supermercados o self check-out – chamado internamente de autocaixas -, um sistema que começou a ser implantando em 2012. Na época toda a tecnologia disponível era importada e foram necessárias adaptações para deixa-la mais fácil, simples e adequada à realidade brasileira.

Diferentemente do que se pode pensar, não houve redução do número de caixas nem de operadoras, mas a contratação de mais funcionários para coordenar a operação dos autocaixas, que aceitam pagamentos apenas via cartões de crédito ou débito.  E de acordo com o gerente de TI da rede, Alexandre Souza, as máquinas de pagamento são as mesmas dos cartões usadas tradicionalmente.

O sistema não armazena nenhum dado do cliente, pois o pin pad se comunica diretamente com o banco ou operadora do cartão e os dados são criptografados para garantir a segurança do cliente. “Não temos acesso a nenhum dos dados de pagamento, como número do cartão, senha etc”, comenta Souza.

De acordo com o diretor de unidade de negócios de Automação Comercial da OKI Brasil, Flavio Montezuma, esse segmento ainda apresenta um crescimento moderado, com varejistas realizando as primeiras incursões, com duração de até dois anos de experiências, para então apostar de maneira mais consistente. “A principal barreira é cultural, e há resistência por conta da própria falta de casos de sucesso que mostrem as vantagens do canal autoatendimento.”

A expectativa de melhora, segundo Montezuma, tem surgido devido estabelecimentos sentirem-se pressionados pela necessidade de aumentar sua eficiência operacional e baixar seus custos, mantendo um bom nível de atendimento, agora vemos que o mercado brasileiro começa a olhar mais a sério para esta alternativa.

de-garcom-a-sommelier-15

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.