A Cards - Future Payment, Segurança

Desafios da abertura de APIs e Open Banking no Brasil

Padronização de tecnologias, segurança da informação e quebra de paradigmas foram os principais pontos debatidos durante o painel “Abertura de API´s e Open Banking – Maior Desafio da Indústria Bancária e de Pagamentos?”, na Cards Future Payment.

Estas iniciativas já são realidade em outros países da Europa, por exemplo, mas no Brasil ainda não há uma regulamentação sobre o assunto. Para Anaterra Oliveira, Superintendente de TI da Rede, a melhor forma de fazer a abertura de dados para a criação de open APIs é a criação de normas regulamentadoras que padronizem o desenvolvimento.

“Com o Open Banking e a abertura de APIs, muitas empresas vão pensar em novas tecnologias – o que pode impedir a aceleração. A intervenção regulatória precisa ser criada para auxiliar neste ponto”, recomenda.

Já Alan Chusid, Diretor Comercial e Novos Negócios no Banco Neon, acredita que o Open Banking irá transformar o mercado de forma positiva ao cliente. “Esse movimento força os bancos tradicionais a mudar. Quando o consumidor percebe o benefício, a mudança de comportamento é rápida. Agora é fazer com que os grandes bancos mudem”, diz.

O Brasil está preparado para assegurar as informações?

Fabio Lacerda Carneiro, Chefe Adjunto do Departamento de Supervisão Bancária (Desup) do Banco Central do Brasil, questionou se bancos e fintechs brasileiras estariam preparadas para oferecer segurança às informações dos clientes.

Para os painelistas, a resposta é afirmativa. “Uma das características das fintechs é sua credibilidade. Se essa empresa passar pelo crivo do Banco Central para deter essas informações, será mais um motivo para se tornar confiável”, comenta Stephanie Fleury, fundadora da Dindin.

As questões regulatórias, de acordo com o debate, são fundamentais para que haja o controle ao acesso aos dados e também para definir quem é o detentor dessas informações. “Também é preciso responsabilizar a empresa que carrega os dados para dar mais segurança ao consumidor”, finaliza Bruno Poljokan, Vice-Presidente do Just Online.

desafios-meios-de-pagamento

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *