• Cards Payment & Identification is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Tendências

Congresso Cards Payment & Identification discute o papel disruptivo das fintechs

Nunca se ouviu falar tanto no Brasil em fintechs, startups de tecnologia que desenvolvem soluções para o mercado de finanças, com a proposta de desburocratizar o serviço, tornando o atendimento ao cliente mais ágil e personalizado. Embora ainda seja cedo para prever o futuro dos bancos e o impacto que as fintechs trarão às instituições tradicionais, o certo que é que essas empresas estão em franca expansão. Por isso mesmo, o tema terá um espaço de destaque no Congresso Cards Payment & Identification, promovido pela Informa Exhibitions de 15 a 17 de junho no Expo Center Norte.

As fintechs se caracterizam pela adoção de tecnologias disruptivas, que vão ao encontro a um consumidor cada vez mais digital. Uma pesquisa do Goldman Sachs mostra que 33% dos millennials acreditam que não vão precisar de um banco em cinco anos; metade diz esperar que seus serviços sejam prestados por startups.

Durante o Congresso Cards Payment & Identification, Thiago Alvarez, co-fundador do GuiaBolso, fará uma palestra em que apresentará o case de sucesso do aplicativo de gestão financeira GuiaBolso, que exibe o extrato da conta corrente de bancos diferentes, categoriza os gastos (mercado, bar, saúde, compras) e mostra como está a saúde financeira do cliente. A tecnologia atua como uma ponte para o internet banking, onde o cliente utiliza normalmente o login e senha. Criado há três anos, a fintech GuiaBolso tem cerca de 1,6 milhão de usuários ativos no Brasil e já recebeu R$ 30 milhões de fundos dedicados às fintechs.

Também participará do debate sobre desburocratização do sistema financeiro e do potencial das fintechs no Brasil o CEO da Vindi & Pagamento.me, Rodrigo Dantas. “Simplificar a vida das empresas que vendem planos de assinaturas ou recebem pagamentos mensais de clientes fixos é o principal atrativo da Vindi. Outro ponto positivo é a diminuição da inadimplência, já que ataca o problema ao automatizar o envio de e-mails de cobrança”, destaca Dantas.

De acordo com o Radar FintechLab, com dados da Clay Innovation, cerca de 150 startups já atuam nesse segmento no País, divididas em nove categorias. Entre elas estão o setor de pagamentos, empréstimos, gestão financeira, seguros, entre outros. Um dos casos mais conhecidos é o da Nubank, que oferece um cartão de crédito com ausência de taxa de anuidade e outras tarifas, além da cobrança de juros mais baixos do que a média do mercado. A startup foi lançada em 2013 e conta com mais de 100 mil usuários.

Assim como a Nubank, outras fintechs querem revolucionar as intermediações financeiras para pessoas físicas e empresas. Segundo a CEO da Stone, Verena Stukart, a proposta é facilitar a vida dos usuários, seja por pagamentos ou em financiamentos colaborativos, como os crowdfundings, as populares “vaquinhas digitais”, em que as pessoas doam dinheiro para alguma produção cultural ou outras iniciativas de interesse coletivo.

A Stone é uma startup adquirente de cartão de crédito 100% brasileira, autorizada pela Visa e Mastercard a realizar diversas transações. O diferencial da Stone é que ela vai além do meio virtual e também passa a atender de forma física. Como é licenciada para efetuar pagamentos em todo o território nacional, vem se destacando na oferta de serviços para otimizar o processo de vendas e reduzir a despesas de processamento para os estabelecimentos comerciais.

mercado adquirência
mercado adquirência
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *