• Cards Payment & Identification is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Segurança

Como garantir segurança de dados dos compradores contra hackers

É fato que as vendas online revolucionaram o comércio mundial. Contudo, em meio as grandes vantagens de comprar e vender online, é possível observar o crescimento de ataques de hackers em e-commerces, o que acaba gerando dúvidas para muitas pessoas a respeito da viabilidade em comprar online.

Para se ter uma ideia, recentemente foi lançado um estudo da Equipe de Pesquisa de Ameaças Futuras da Trend Micro, pioneira na defesa de ameaças digitais. O estudo conhecido como “Ascending the Ranks: The Brazilian Cybercriminal Underground in 2015“, mostra uma panorama das ofertas de hackers brasileiros, onde além de roubarem dados de clientes de e-commerces, também comercializam dados de cartão de crédito das vítimas.

Mas o que pode ser feito para conter o avanço desses cybercrimes? Acompanhe os detalhes a seguir a saiba mais sobre este assunto.

Segurança de Dados no e-commerce brasileiro

O Brasil está entre os países que registram as maiores taxas de crescimento em e-commerce no mundo, sendo as pequenas a médias empresas as maiores responsáveis por este crescimento. Mas será que o e-commerce brasileiro no geral está seguro?

Segundo Maurício Salvador, presidente da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), “o e-commerce no Brasil é seguro. A maioria dos problemas de fraudes e segurança acontecem por conta do mau uso dos computadores, ou seja, consumidores que não tem antivírus ou abrem arquivos suspeitos e acabam instalando vírus em suas máquinas, sem saber”.

Além disso, há consumidores que ainda caem no golpe dos descontos milagrosos, ou seja, lojas virtuais falsas que oferecem produtos de sonho de consumo, como smartphones, notebook e roupas de grife, por exemplo, por preços muito diferentes da média de mercado. Os consumidores acham que estão fazendo um bom negócio, mas acabam não recebendo os produtos, ou recebem produtos falsos. Por outro lado, os e-consumidores brasileiros já aprenderam a comprar com mais segurança. A ABComm tem feito um trabalho junto os lojistas e consumidores, para auxiliar nas compras com mais segurança.

Mas além disso, o roubo de dados dos compradores também é um ponto que ainda há muito a se trabalhar. E a prova disso, está nos diversos casos de crimes praticados por hackers que crescem anualmente no Brasil.

Protegendo os dados de clientes

Se por um lado os ataques de hackers crescem a medida em que o e-commerce se expande, por outro lado, a pergunta que fica é: Quais medidas são recomendadas para aumentar a proteção dos dados de clientes?

Ainda segundo Salvador, para garantir maior segurança de dados dos compradores contra ataques de hackers, é preciso “internamente, manter os antivírus atualizados, ter uma política de segurança de dados com os colaboradores da empresa, incluindo contratos de confidencialidade. Já do lado externo, é preciso armazenar seus sites em servidores seguros e mantê-los com antivírus atualizados. Solicitar sempre referências de provedores de serviços antes de contratá-los, também é fundamental”, conclui ele.

E por falar em provedores de e-commerce, estes também devem estar preparados para oferecer recursos de segurança para os sites de seus clientes. Neste caso, serviços de FTP Seguro (SFTP), certificado SSL, Backups, Firewalls e atualizações constantes, são essenciais para aumentar a proteção dos dados de compradores.

Como descobrir se os dados foram ou estão expostos?

Mesmo tomando os devidos cuidados, nenhum e-commerce ou usuário está isento de sofrer ataques de hackers. E para descobrir se os dados se seus clientes foram expostos, existe um site chamado “Have I Been Pwned?”

Criado pelo australiano Troy Hunt, “Have I Been Pwned?” é basicamente um trocadilho que quer dizer algo como “Eu fui hackeado?”.

O site ajuda os internautas a identificarem se seus dados foram expostos por hackers em pacotes de dados vazados na internet. Assim, ao cadastrar o endereço de e-mail no site, é feito uma checagem em mais de 1,4 bilhão de registros e informando ao internauta se seus dados já foram expostos em alguma ocasião. Outra vantagem deste serviço é opção de receber alertas no futuro e saber quando é preciso alterar a senha.

Para os empresários, esta ferramenta também serve para mostrar se os seus e-commerces já sofreram invasões e divulgação de dados por parte de hackers. Contudo, o site sozinho não garante qualquer proteção para as lojas, cabendo a cada empresa tomar as devidas medidas de segurança para evitar o comprometimento dos dados de seus clientes.

Sem dúvidas, os ataques de hackers geram prejuízos incalculáveis tanto para os e-commerces quando para os clientes, que por vezes, podem perder a confiança na marca e deixar de fazer negócios com a loja. Portanto, vale a pena estar sempre atento às principais medidas de segurança para evitar que tais falhas venham comprometer os negócios online.

Gostou do artigo? Continue acompanhando nosso blog para conferir mais notícias sobre e-commerce!

info-cards

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *