Meios de pagamento, Segurança

Como garantir a segurança em pagamentos online em tempos de fraude

A segurança em pagamentos online é um tema que deve sempre estar em discussão, até mesmo porque estamos vivendo em uma era altamente tecnológica, que, dentre outras coisas, exige que dados pessoais sejam coletados e armazenados para alguns processos, principalmente no setor varejista.

Prova disso é houve um aumento de 14% nas tentativas de fraudes na segurança em pagamentos online em 2017 no Brasil, de acordo com o levantamento Mapa da Fraude da ClearSale, empresa que atua no ramo de soluções antifraude para empresas.

Então, como aumentar a segurança em pagamentos nos e-commerces e, ao mesmo tempo, continuar mantendo as melhores práticas de experiência do usuário?

Tecnologias que atuam na segurança em pagamentos online

Para Gilmar Hansen, diretor de Produtos da ClearSale, é preciso que os e-commerces invistam no uso de machine learning, inteligência artificial e ferramentas que monitoram o comportamento do consumidor no mundo digital.

Além disso, uma das tecnologias capazes de garantir a segurança das transações financeiras tanto para o consumidor quanto para o lojista são os aplicativos que monitoram as transações feitas com o CPF do consumidor”, explica.

Segundo Hansen, o aplicativo pode ser instalado no dispositivo eletrônico pessoal do consumidor, como o celular, por exemplo, de maneira totalmente gratuita e alerta o usuário caso seu CPF seja usado em uma transação indevida.

“Isso permite ele impeça a fraude imediatamente clicando no botão ‘Não fui eu’, contribuindo para trazer o consumidor para o processo de autenticação e empoderá-lo nesse processo”, garante.

Dicas de segurança em pagamentos online

Sempre que o e-commerce pensar em aprimorar a sua segurança em pagamentos online, um item não pode ser ignorado: manter a experiência do usuário no site durante toda navegação e a compra propriamente dita.

A experiência do consumidor deve ser seu foco. Ao sofrer uma fraude, o consumidor pode ficar abalado, o que pode gerar um estresse na comunicação. Para isso, é necessário garantir a rápida aprovação do pedido do bom consumidor e impedir que os fraudadores façam uso de seus dados e os utilize em golpes”, explica Hansen.

O diretor de produtos da ClearSale também deu três passos básicos para evitar fraudes e garantir a segurança em pagamentos online:

  1. O lojista deve analisar todas as suas transações, não somente aquelas marcadas pelos filtros antifraude, pois isso ajuda a identificar tendências de fraude e o comportamento em grupos de encomendas virtuais.
  2. É preciso manter a atenção para produtos com maior liquidez, como games e celulares, pois costumam atrair o interesse dos fraudadores por serem fáceis de revender.
  3. E por último, invista em um serviço de segurança para identificar as fraudes e impulsionar boas compras, utilizando uma abordagem multifacetada que combina tecnologia de ponta, inteligência estatística e análise humana sofisticada.

Se você tem um e-commerce, como se previne de fraudes? Quais os pontos que precisa melhorar para garantir a segurança em pagamentos online de seus clientes? Deixe sua opinião nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *