• Cards Payment & Identification is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Meios de pagamento

Como a divisão da bitcoin em duas moedas impacta compra e vendas de criptomoedas

No dia 1º de agosto de 2017 houve um racha entre os desenvolvedores da moeda virtual Bitcoin, que está em circulação desde 1999 e já conquistou muitos investidores mundo afora. Com essa divisão, uma nova criptomoeda surgiu, denominada de Bitcoin Cash, enquanto o tradicional bitcoin passou a ser conhecido como Bitcoin Core.  Mas o que muda na rotina de quem já investia e de quem pensa em investir em bitcoins?

Causas da divisão do bitcoin

O racha entre os desenvolvedores da criptomoeda, resultando em sua divisão, foi feito basicamente por conta da capacidade de processamento da moeda na rede. “Essa separação da tecnologia de pagamentos digitais ocorreu devido ao uso de duas soluções diferentes para o aumento da capacidade de processamento da rede”, afirma Rodrigo Batista, CEO do Mercado Bitcoin, fintech brasileira de negociação da criptomoeda.

Em outras palavras, com o nascimento do Bitcoin, foi acordado que apenas quatro pagamentos poderiam ser feitos a cada segundo, para que a rede não ficasse congestionada. Mas com o aumento da demanda, essa quantidade não conseguia mais suprimir a procura pela moeda virtual.

Nesse caso, os desenvolvedores procuraram por soluções para aumentar a capacidade de atendimento e, sem um consenso, houve então a divisão e a criação do Bitcoin Cash – enquanto o Bitcoin tradicional passou a ser chamado Bitcoin Core.

A diferença entre Bitcoin Cash e Bitcoin Core

Na prática, as duas moedas são bem parecidas, já que uma foi originária da outra.

“A principal diferença está no tamanho do bloco, e por isso, as transações com Bitcoin Cash são mais rápidas. O limite dos blocos do Bitcoin Cash é de 8 MB, oito vezes maior do que a moeda originária”, explica Batista.

Segundo ele, a nova moeda digital nasceu com milhões de proprietários, pois no momento da divisão, quem possuía Bitcoin passou a ter o mesmo saldo em Bitcoin Cash; dessa forma, a nova moeda já chegou ao mercado com 16 milhões de unidades emitidas, que é a mesma quantidade de Bitcoin Core.

Já em relação ao valor das duas moedas, existe uma diferença. “Como esperado, por enquanto o valor do Bitcoin Cash é só uma fração do que vale um Bitcoin, ainda mais com o início lento e de pouco apoio da rede. A nova moeda foi cotada no dia 14 de setembro no Mercado Bitcoin em R$ 1,9 mil”, afirma o CEO. No dia 25 de agosto, por exemplo, o Bitcoin Core estava sendo negociado a R$ 13,7 mil.

Mesmo assim, o valor de mercado do Bitcoin Cash já impressiona, ultrapassando os US$ 6,8 bilhões, transformando-se na terceira criptomoeda mais valorizada do mundo, atrás apenas do Bitcoin e do Ethereum, de acordo com sua cotação atual.

Mas será que já é possível medir o impacto do Bitcoin Cash nos meios de pagamento? Batista responde:

“ A criação da nova moeda impacta, de alguma forma, em todas as outras. Neste caso, falamos de uma moeda ainda muito nova e seu impacto ainda será visto a longo prazo”.

Portanto, resta-nos aguardar os próximos capítulos e acompanhar de perto essa verdadeira transformação e evolução das moedas virtuais.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *