A Cards - Future Payment, Segurança

Como aumentar a segurança das transações de cartões não presentes

Problemas com fraudes continua sendo um grande desafio para o mercado de pagamentos. Para trazer soluções e garantir um efetivo gerenciamento de riscos e transações seguras em pagamentos, o diretor executivo de risco da Visa Brasil, Moises dos Santos, esteve no Congresso Future Payment para falar sobre o assunto.

Durante sua apresentação, ele mostrou como a Visa trabalha para assegurar os dados dos consumidores, mesmo em tecnologias contactless. “Todos os processos de segurança contidos no chip garantem uma transação face to face”, comenta.

Segundo ele, o trabalho é criar controles eficientes que garatem a compra sem criar barreiras. “A ideia do contactless é agilizar a transação. Por isso, não faz sentido criar soluções de segurança que aumentem o tempo da compra”, afirma.

Durante sua apresentação, Moises contou que a Visa adota padrões PCI e criptografia para garantir que todos os players da cadeia, que guarde um número de cartão, tenha cumprido as regras mínimas de segurança. Somente assim uma empresa possui estrutura para guardar este tipo de informação.

Desvalorizar a informação é método eficiente de segurança

Mesmo com as mudanças das formas de pagamento, o número de fraudes e tentativas de fraude ainda é grande. “A melhor forma é transformar a informação que os fraudadores desejam em algo que não seja utilizável”, explica. Isso é o que faz a tokenização – que grava os números do cartão de crédito e os transforma em um código inutilizável em outro sistema.

O profissional finaliza dizendo que é preciso estar pronto para receber este número de informações e saber trabalhar de forma a criar boas experiências.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *